Qual o conceito atual de sedentarismo?

Por: Dr. Páblius Staduto Braga?


O Colégio Americano de Medicina do Esporte (ACSM) define sedentarismo como uma prática de atividades físicas leves inferior a 150 minutos por semana, de acordo com as recomendações atuais, para a população entre 18 e 60 anos (1).

Do ponto de vista de consumo de energia, o comportamento sedentário se refere à realização apenas de atividades que não aumentam o gasto de energia substancialmente acima do nível de repouso, tais como dormir, manter-se sentado e à frente da televisão, por exemplo. Isso significa um gasto energético no nível de 1.0-1.5 equivalentes metabólicos (METs). MET é um equivalente metabólico associado ao consumo de oxigênio por minuto em qualquer atividade. Um MET corresponde ao gasto de energia ao dormir, ou o equivalente a um consumo de oxigênio de 3.5 mL/kg/min.

A atividade física leve, classificada frequentemente com comportamento sedentário, envolve um gasto de energia no nível de 1.6-2.9 METs. Inclui atividades como andar lentamente, sentar-se e escrever, cozinhar e lavar a louça (2).

A atividade física moderada corresponde a um gasto energético de 3 a 6 METs/minuto, enquanto atividades físicas intensas consomem mais do que 6 METS/min.

Para não ser considerado sedentário, o indivíduo precisa fazer atividades moderadas, pelo menos 5 vezes por semana durante 30 minutos, ou atividades físicas intensas pelo menos 3 vezes por semana, durante 20 minutos.

Existem valores-padrão estimados para cada tipo de atividade física. Para se ter uma ideia, caminhar a 6,4 km/h equivale a 4 METs/min, enquanto correr a 8,0 km/h corresponde a um gasto de 8,0 METs/min
A meta para se ter manter a saúde corresponde a um gasto energético entre 450 a 750 METs por semana, somando-se todas as atividades físicas executadas, seja esportiva ou de movimentação diária (1).

Fonte: http://www.fleury.com.br/